19
dez

Inferno Astral existe?

Postado por: Moça do Brigadeiro Categoria: Fica a dica

Pra mim, sim! Com certeza… e só passa depois do aniversário, tipo uns 5 dias após a data.

Já estou entrando nele. Meu humor está mudando, minha paciência anda por um fio, resumindo é como uma TPM concentrada nesses 11 meses que se passaram, rs.

Fico me perguntando porque eu tenho me sinto assim? Será que existe algum medicamento contra o inferno astral, tipo: tome 20 dias antes do seu aniversário e você não morderá mais as pessoas e poderá conviver em harmonia com todos :)

Taí, fica a dica pra algum químico – que leia o blog – pensar sobre o assunto.

Na verdade, não curto o dia do aniversário… se pudesse ficaria num casulo e só sairia no dia seguinte. Estranho né? Mas acho que é porque crio muita expectativa e o dia nunca corresponde aos meus “sonhos”. Coisa de filha única mimada :P

Acho que preciso de tratamento, huahuahua.

Beijo e bom domingo!

Comentários:

  1. Tatiana disse:

    Amiga Moça!
    Acho que nem deveríamos entrar nessa de existe ou não existe. Apesar do nome, Inferno Astral não é um fantasma que vem para puxar o seu pé durante 30 dias antes de você ficar mais velha…
    O negócio é o seguinte:
    O aniversário nada mais é do que o marco de um novo ciclo solar na vida de uma pessoa, ou seja, o Sol passa pelo mesmo ponto do Zodíaco que estava quando a pessoa nasceu, sinalizando para ela uma nova etapa para a sua consciência.
    Todos os anos, no dia do seu aniversário, começa um ano novinho em folha que é só seu, não é verdade? E não é verdade também que costumamos nos referir a esta data como uma nova primavera? Isto nada mais é do que a referência a um novo ano, um novo início.
    Portanto, se seguirmos o raciocínio da chegada do aniversário com a primavera de alguém, podemos também relacionar o final deste mesmo ano (ou o período que antecede a nova primavera) como o inferno (ops, o inverno) astral desta mesma pessoa.
    Sendo assim, os dias que antecedem esta renovação são exatamente os últimos do ciclo anterior que a consciência vinha atravessando.
    Por isso, mais do que entrar no mérito de ser uma época boa ou ruim da vida, a questão é que este é um período de fechamento de ciclo, e com ela a promessa de mudanças. E não importa se elas sejam boas ou ruim, grandes ou pequenas, certas ou incertas, nem todo mundo gosta de mudar ou está disposto a sair da zona de conforto, a recomeçar ou reavaliar o que aconteceu até agora.
    Se todo mundo usasse o período de "inverno astral" como uma época para uma "faxina geral", do mesmo jeito que fazemos agora no final do ano – doando roupas, arrumando a casa, comprando coisas novas e renovando a esperança para um ano melhor, mesmo que seja um período de maior sensibilidade, seria também uma chance de começar o próximo ano com o pé direito ou com a real intenção de florescer ainda mais bonita na próxima primavera!
    Bom inverno astral:-)

    em 19 de dezembro de 2010
  2. Moça do Brigadeiro disse:

    Minha mestra, Tati!!!!

    Esquece o químico, pois eram das suas palavras que eu precisava.

    Concordo 100% com o que falou. Nos preocupamos muito com o reclamar e com o lado ruim, mas não fazemos a faxina devida e, quem sabe, no ano seguinte seja um céu astral? Gostou?

    Um beijo enorme, Taís

    em 19 de dezembro de 2010

Deixe seu comentário

Todos os Direitos Reservados à Moça do Brigadeiro © 2020 - Design by Casa do Cliente - Tema criado por Ze Luiz R - Desenvolvido em WordPress